quarta-feira, 18 de julho de 2007

Luar Nublado



Esse texto eu li pela primeira vez no blog da minha amiga Giovana Damaceno. Me apaixonei por ele, logo de cara! Seu autor é o escritor Naldo Velho.
Logo me identifiquei com esse texto porque tenho um luar nublado na minha vida... q ainda aparece cheio de luz, como se fosse uma luar de lua cheia. Mas depois vai embora... e se esconde...


LUA NUBLADA
Naldo Velho

Lua nublada?
Vez em quando aparece,
quase sempre se esconde.
Madrugada de outono,
onde o silêncio enlouquece,
e a cidade nem dá conta
de como é feio o abandono.
Ruas desertas, esquinas vazias,
portas e janelas fechadas
e alguns poucos carros
passam e não param.
Ainda existe o orvalho,
tipo lágrima discreta.
Ainda existe a espera,
coisa estranha e inquieta.
Lua nublada?
Já foi cheia e exibida
lá dentro do meu quarto,
já dançou noites de insônia,
bebeu todo o meu absinto,
fez juras de amor eterno
e depois minguou.
Hoje é só nublada:
vez em quando aparece,
quase sempre se esconde.

3 CLIQUE AQUI E COMENTE!:

Giovana disse...

Essa fase da Lua já passou pra você.
Só falta você observar bem atentamente...

Wilian disse...

Uau. Vc está poética rsrsrs.
Belo texto.
Feliz dia do amigo.
Beijos e ótimo fim de semana a vc.

Natasha disse...

Realmente o texto é lindo!
Minha fase de lua nublada já passou...
Hj eu tenho dias de lua cheia, linda, brilhosa!
Torço pra te ver assim tb.
Chega de noites nubladas!
Ando meio em divida com vc quanto ao blog.
Mas ando muito atarefada aqui, sabe como é ne.

Beijos xuxu!!!

ShareThis