quinta-feira, 28 de maio de 2009

Arte Cinética

Hoje eu apresento o pioneiro da arte cinética brasileira: Abraham Palatnik.
Ah ta, mas antes tenho que explicar o que arte cinética. Vamos lá...
Arte Cinética eu posso dizer que é a arte em movimento. Mas não pense que é um objeto que se move por si só, não. É algo maior que isso.
O termo "cinético" está ligado à idéia de movimento. A especificidade da arte cinética, como dizem os estudiosos, é que nela o movimento constitui o princípio de estruturação. O cinetismo rompe, assim, com a condição estática da pintura, apresentando a obra como um objeto móvel, que não apenas traduz ou representa o movimento, mas está em movimento.

Voltando ao Abraham Palatinick, que vive e trabalha no Rio de Janeiro atualmente, tem sua produção sugrindo com força desde a I Bienal de São Paulo, em 1951. Os termos "pioneiro" e "transgressor" vivem atrelados a essa produção, que surgiu com seu primeiro “Aparelho Cinecromático” - uma “máquina pictórica” - onde tecidos sintéticos, motores, luzes e a incorporação decisiva do espectador no ambiente, são os elementos que estruturam a obra. Devido a esse caráter dissonante, o trabalho quase foi recusado na exposição.
Ali, se testemunhou um gesto pioneiro no campo da arte cinética. E isso singulariza o trabalho de Palatnik: o uso que ele faz da tecnologia e suas possibilidades inovadoras.

Não é uma arte que está a serviço da técnica, mas sim um olhar atento que sabe retirar dos materiais mais diversos toda sua potencialidade poética.

Misto de artista e desenhista industrial, Palatink possui muito do ideário construtivo na vontade de integrar arte e vida. Existe aqui uma convicção de que a arte pode estar em todos os lugares para todos os públicos, disseminada pelo cotidiano.

Tem exposição de Abraham Palatinik na Galeria Anita Schwartz, na Gávea, RJ. Quem passear pelo Rio por esses dias, de uma passada por la, sem dúvida vai ser muito enriquecedor! Aliás, foi no site dessa galeria que encontrei essas imagens (exceto a primeira, que achei no google, por isso tá sem as informações da obra).


♦ Breve biografia...
O artista iniciou seus estudos em arte em Tel-Aviv, Israel, onde morou com sua família entre 1942 e 1948. Enquanto isso, estuda pintura, desenho e história da arte no Instituto Municipal de Arte de Tel-Aviv. Esteve presente, em 1964, na XXXII Bienal de Veneza. Vem exibindo sua obra por todo o mundo, tendo feito parte da exposição “Lo(s) Cinetico(s)”, no Centro de Arte Reina Sofia, Madrid, Espanha, em 2007.


. . . . . . . . . .
Abraham Palatnik
Quando: de 27/05 a 27/06/09, seg à sex, das 1oh às 20h. Sáb, das 11h às 17h.
Onde: Galeria de Artes Anita Schwartz - Rua José Roberto Macedo Soares, 30, Gávea, RJ.
Info: (21) 2540.6446 - galeria@anitaschwartz.com.br




Pesquisa: Abraham Palatnik: retrospectiva. São Paulo: Itaú Cultural, 1999.

2 CLIQUE AQUI E COMENTE!:

Ronan Sardela disse...

Eu tô até tonto Cy, as obras dele são muito legais, tipo psicodélicas. Obrigado por me apresentar um artista tao diferenciado!

cintia sibucs disse...

Ronam, amei sua visita!
Dá mais uma volta aí no blog que vc vai achar mais coisas tão legais qto essa... rsrrs!

ShareThis