segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Imagens sacras restauradas

É sempre bom qdo obras antigas passam por processos de restauração. É como se o passado pudesse sobreviver ao tempo. E quem ganha mais com isso, somos nós! Que podemos apreciar belíssimas obras como se estivessem novas.
Quem se lembra da chuva torrencial que arrasou o conjunto urbanístico histórico de São Luis do Paraitinga, em São Paulo, nos primeiros dias de janeiro de 2010? Onde, inclusive uma igreja centenária desabou? Pois é, é exatamente nessa igreja que está sendo feito o trabalho.
Muita gente achou que tudo foi perdido pra sempre, mas os restauradores estão provando o contrário. Quem bom!

Bjs e boa semana!
Cintia
- - - - - - - - - -
Imagens sacras de São Luiz do Paraitinga passam por restauração
Por: Silas Martí [Enviano especial a São Luiz do Paraitinga]
16/08/2010 - 07h36

Nossa Senhora das Dores perdeu o rosto e alguns dedos. Santo Antônio tem remendos na orelha e na sobrancelha. Falta metade do nariz de são Brás e seu olho de vidro descolou. Da Nossa Senhora das Mercês, santa de barro, sobrou só o rosto, intacto, e parte do manto.


"Tinha pedaços que a gente estava procurando como se fossem ouro, um dedo, uma orelha de santo, tudo foi garimpado", lembra o restaurador Wagner Matias. "Isso tudo virou lama, entulho."

Oito meses depois do dilúvio que arrasou São Luiz do Paraitinga (a 182 km da capital), derrubando a igreja de São Luiz de Tolosa e a capela das Mercês, marcos da cidade histórica em São Paulo, restauradores tentam reconstruir o quebra-cabeça de suas imagens sacras.

Numa casinha perto do maior foco da destruição, uma equipe montou uma espécie de hospital dos santos. Nas macas espalhadas por três salas, estão as sete imagens de madeira que estavam na igreja matriz, entre elas um Cristo morto e outro crucificado, além da recém-chegada santa de barro.


Desde que tudo veio abaixo, a imagem mais emblemática da destruição ficou guardada numa caixa de papelão na casa de um dentista na cidade. Só há duas semanas é que o rosto de Nossa Senhora das Mercês e seu tronco desmembrado tiveram a primeira sessão de tratamento.

Fonte: Folha Ilustrada

3 CLIQUE AQUI E COMENTE!:

Anônimo disse...

Que genial, restauração é como um milagre nos objetos.
Ótima postagem.

Adriano

Suziley disse...

Que bom que os restauradores estão fazendo um precioso trabalho. Restaurar a história, a vida em memória. Parabéns!! Um bom dia para você Cíntia e vamos esperar que passe logo o inverno e o frio vá embora...hehe!! Bom semana, beijos ;)

Sissym disse...

Eu acho fantastico o trabalho de restauradores! Quando vejo igrejas reformadas, nossa... fico imaginando o trabalho que deu!

ShareThis