quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

O Laço e o Abraço


Meu Deus! Como é engraçado! Eu nunca tinha reparado como é curioso um laço. Uma fita dando voltas? Enrosca-se. Mas não se embola, vira, revira, circula e pronto: está dado o laço é assim que é o abraço: coração com coração, tudo isso cercado de braço.
É assim que é o laço: um laço no presente, no cabelo, no vestido, em qualquer coisa onde o faço.
E quando puxo uma ponta, o que é que acontece? Vai escorregando devagarzinho, desmancha, desfaz o laço. Solta o presente, o cabelo, fica solto no vestido.
E na fita, que curioso, não faltou nem um pedaço.
Ah! Então é assim o amor, a amizade. Tudo que é sentimento? Como um pedaço de fita?
Enrosca, segura um pouquinho, mas pode se desfazer a qualquer hora, deixando livre as duas bandas do laço.
Por isso é que se diz: laço afetivo, laço de amizade. E quando alguém briga, então se diz - romperam-se os laços - e saem as duas partes, iguais meus pedaços de fita, sem perder nenhum pedaço.
Então o amor é isso. Não prende, não escraviza, não aperta, não sufoca.
Porque quando vira nó, já deixou de ser um laço!


- - - -

Compartilhei com vcs essa mesagem linda que recebi de um amigo hj de manhã por email. E assim comecei meu dia!
bjs

3 CLIQUE AQUI E COMENTE!:

Giovana Damaceno disse...

Tudo nesta vida tem um sentido. Não sei qual, mas tem. Esse texto explica bem um aspecto desse sentido. Ai... viajei. rsrsrsss

POESIA EM VOLTA disse...

"Aquele abraço!"
Inda bem que tenho vocês para irem preenchendo estes espaços, e me prendendo em teus laço! Grande Cinthia! bjs

Kérow More Ice disse...

Bonito mesmo esse texto, nunca tinha pensado nisso.

ShareThis