sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Arte Contemporânea em Volta Redonda

Inaugura na próxima semana uma nova exposição no espaço Zélia Arbex, na Vila Santa Cecília, chamada "Tramas e Traços". Trata-se da reunião (reunião pois as artistas trabalhavam no mesmo grupo anteriormente e agora voltaram a expor juntas) das artistas Adriane Celli, Isaura Torres e Nadéia Souza. Com uma diversidade artística interessante, os trabalhos expostos possuem materialidade diferente até mesmo nas formas de apresentação. Mas algo em comum poderá ser percebido: todos são feitos a partir de produções criativas, com o conceito de que toda expressão é válida. A galeria está com nova curadoria e, a meu ver, está começando com o pé direito nessa mostra que exibe uma arte atual e diferente do que foi mostrado nessa galeria até então. Eram sempre as mesmas exposições com pinturas em telas tão tradicionais e que fogem completamente da estética artística do século XXI. Pouquíssimas vezes pudemos ver obras marcantes, onde o artista tinha algo a dizer.
A exposição "Tramas e Traços" inaugura mais um ano de exposições da galeria e, segundo a nova coordenadora do Zélia Arbex, Josy Telles, a expectativa para a exposição é enorme, pois tem um significado especial já que abre a temporada de 2009, além de ser a primeira realizada sob a nova coordenação.


Nadéia Souza:
O gosto pelo trabalho manual apareceu bem cedo. Em 1992, a convite do artista plástico Clécio Penedo, Nadéia começou a se interessar pela arte contemporânea. Suas obras possuem a busca por novos materiais, com o aproveitamento de panos, linhas, texturas e muitas cores nas telas. Criações com um forte apelo sensorial, que estimulam a visão, o tato e despertam a curiosidade. Ela se utiliza de figuras religiosas dentro da tendência barroca e apresenta lembranças sagradas.









Isaura Torres:
Com 17 obras da série “Reciclagem”, a artista mostra sua paixão pela arte contemporânea. Suas criações são feitas com aplicação de objetos reaproveitados, entre eles metal, espelho, pedras, renda, plástico e materialidade variada. A artista faz uma combinação caprichosa destes objetos e chega ao tridimensional, evidenciando o linear, a superposição, texturas e volumes.












Adriane Celli:
Também formada em arte contemporânea, como integrante do Grupo Klee, atualmente Adriane estuda com a artista Iole de Freitas (a-do-ro!), no Rio de Janeiro. A artista plástica utiliza a organização de uma linguagem plástica no processo contemporâneo, construída a partir dos elementos de seus estudos. Suas criações revelam a força da textura e da cor em diversas dimensões, de acordo com a percepção do olhar de cada espectador. O trabalho de Adriane consiste em imprimir diversas camadas de resíduos agregados e retirar os acúmulos para revelar a essência da forma desejada.



. . . . . . . . . .
Tramas e Traços
Quando: de 06/02 até 01/03, de 10 às 22 horas.
Onde: Espaço das Artes Zélia Arbex, Vila Santa Cecília, Volta Redonda.
Info: (24) 3350-8586.



Fonte: Diário do Vale

2 CLIQUE AQUI E COMENTE!:

Cessel disse...

A cultura em nossa cidade precisa urgente ser renovada, a começar pelo secretário municipal de cultura que não faz absolutamente nada.

Giovana Damaceno disse...

Conheço a Adriane. É Vira-lata, membro ativo do grupo. Alta sensibilidade. Vale a pena conhecer o trabalho dela. Quanto so secretário de cultura, concordo.

ShareThis